CopyPastehas never been so tasty!

Sou um dos que não estão fora dos eixos e do eixo

by anonymous

  • 0
  • 0
  • 0
51 views
Opinião
CARLOS ARANHA
 
caranha@terra.com.br
 
ALGO FORA DO EIXO
 
Eixo vem do latino “axis”. Para mim é o ponto central. Sim, o eixo pode ser o ponto central do pensamento, de uma ideologia, de uma cultura. Pode ser o ponto central de ser “outsider”. Sempre o centro, onde temos nossas convergências e divergências. Diversas conversas, diversidades. Mas, sempre o eixo, que pode e deve ser pluralizado: os eixos. Assim, sou um dos poppensadores que não estão fora dos eixos e do eixo. Centralizo-me para não dispersar em pólos contrários a possibilidade de ser múltiplo. Por isso, não estou fora do eixo.
Assim, não estou também com o Fora do Eixo, uma rede de coletivos da área artística idealizada pelo publicitário Pablo Capilé, a partir de Cuiabá, que já enganou a muita gente Brasil afora. Acontece que a partir de uma entrevista de Pablo ao “Roda viva”, no início da semana, as contestações ao Fora do Eixo começaram a explodir nas e fora das redes sociais internéticas.
                Uma forte acusação (ou constatação?) é a de que o presidente do PT, Rui Falcão, revelou que Pablo Capilé e o coletivo Fora do Eixo fazem militância benéfica ao PT. O próprio Pablo tem como um de seus incentivadores e amigos o ex-ministro José Dirceu.
                Em seu blog o músico e VJ pernambucano China fez um texto enorme sobre o Fora do Eixo. Alguns trechos: “O FDE fala que fez mais de 5.000 shows pelo país. Mas vamos aos fatos. Se o FDE capta dinheiro público para organizar as suas ações, por que dezenas de artistas reclamam que não recebem cachês? Pra onde vai esse dinheiro? De que adianta fazer 5.000 shows por ano se a maioria deles são em lugares que não oferecem uma mínima estrutura para uma boa apresentação? (...) Quem banca a casa FDE em SP? Se o governo mudar nas próximas eleições o FDE se sustenta? (...) Só quem cresce no FDE é o próprio nome do coletivo, que usa o talento e suor das bandas para garantir a próxima verba para as suas atividades. Esse papo de que estão ajudando a cena independente é conversa mole. Alguns membros do FDE estão fazendo nome (e política) em cima dessa cena. Não duvido nada que algum desses caras se candidate a deputado nas próximas eleições”... Amanhã teremos mais.
 
@ CARLOS ARANHA é jornalista e escritor

Add A Comment: